sábado, 27 de dezembro de 2008

Nana

Pois é, agora eu também compartilho o gosto dos meus amigos em ler mangá. Comecei com DEATH NOTE, que gentilmente meu amigo Stefan emprestou e li todos os 13 exemplares do começo ao fim, e adorei. DEATH NOTE é meio sombrio, "Caderno da Morte", mas é muito legal, suspense e tudo mais. Foi então que acidentalmente vi na banca NANA. Aí foi paixão! Os desenhos são lindos e a história muito boa. É um mangá shojo, tipo assim "feito para meninas", mas tem conquistado meninos aos montes como tenho visto por aí. A história é sobre duas garotas de mesmo nome (NANA) e idade; mas que são completamente diferentes uma da outra. Enquanto uma é ingênua e romântica a outra é totalmente descolada e independente. O legal é que mesmo em meio a tantos contrastes surge espontaneamente uma forte ligação de amizade entre as duas, fazendo que a falta da característica, virtude ou vício de uma supra a da outra e vice-versa. A história das duas é cheia de coincidências a começar pelo nome, idade e depois o fato de dividirem o mesmo apartamento que por acaso é 707 (nana quer dizer seteº). Não sei definir bem o meu gosto e admiração pela série...Ás vezes me parece até meio infantil ficar comprando e tal. Másss...tem coisas inexplicáveis. E enquanto puder continuarei acompanhando.



-"Hei Nana...Por que realizar um sonho e ser feliz são coisas tão diferentes?"

4 comentários:

Carol disse...

Ahhhh Nana é muiito³ legal meesmo! =D

japa. disse...

nhaai é tão fofinnnn, carol, cara o filme é muito louco, mas o fim...tchan tchan tchan tchan! F***

japa. disse...

eu não presto, vi o fim!
@________________@

Ariadne disse...

não li os mangas,
mas gostei do filme..
mto legal mesmo!
ahh, os animes tbm parecem ser bons