terça-feira, 28 de outubro de 2008

ªºªºªºªºªºª°°


"Quando pensamos que sabemos todas as respostas, vem a vida e muda todas as perguntas", Bob Marley.Perguntas, dilemas, dúvidas, sonhos, metas, ideais...até que ponto o que sentimos de bom e de ruim, podem mudar, se transformar ou se fundir com outros sentidos,achismos, certezas? E até que ponto conseguimos o equilibrio no meio disso tudo? Uma bagunça, literalmente.


6 comentários:

Carol disse...

Ê Japa e seus dilemas. Do mesmo jeiito que você falou pra mim, eu te digo agora: lembre-se da teoria Playmobil! Hehehe. É a melhor saida mesmo. :)

japa. disse...

Teoria do Playmobil: não importa o que aconteça estarei sempre sorrindo. HAHAHA

concerteza Carol, mas acho que isso já não me traz mais tristeza (como antes), me traz até tranquilidade.

a vida como ela é... disse...

MeuDeus ... como essa Japa manjaa ... caracaa Amanda, parabéns, tudo tão lindoo .. adoreiii *______*

-------------------------------

acho que vo começar usar essa teoria de Playmobil ;)
hauhauahua ...! =D

Maria Cristina disse...

Amanda, por nada ^^ . .e aquela AMANDA que tem no meu blog é vc viu?!
rsrsrs..! beijo

Claudia disse...

Se houvesse uma resposta lógica, concerteza ela seria que estamos ainda nos "rearranjando
mentalmente", mas pra mim, essa confusão que doi pra alguns, é o que faz encontrarmos o sentido de ser humano.

japa. disse...

É, tem dias que eu acordo com 100% dessa certeza, tem dias que não. Acho que isso me faz "normal" [?], quem pode ter certeza de tudo que acontece? Tudo tem mesmo o seu sentido, mesmo vago, mesmo entendido depois de muito tempo. O legal é que aprendemos enquanto crescemos que isso não é triste e sim uma dádiva universal.

Obrigado a todos pelas palavras!