segunda-feira, 16 de agosto de 2010

O que será que é o contrário do amor?

E não venha me dizer que é o ódio.

2 comentários:

Anônimo disse...

indiferença

Autor livre disse...

Amar demais!