quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

o tempo não pára.

Em alguns dias, estarei voltando para as semanas corridas, cheias de ansiedade, obrigatoriamente afundadas em paciência ou pelo menos na busca em conseguir praticá-la, no sono que bate no horário das últimas aulas, nas pilhas de papéis para ler e reler, anotações, cds, pen-drives, ônibus e a espera por ele (bendita espera), almoço da mamãe esquentado no microondas, preocupações por coisas que ficaram pendentes, livros que quero ler e que talvez não consiga por outros compromissos, celular descarregado por falta de bateria, e tantas outras coisas que parecem cansativas e desgastantes, mas que eu sei que preparam um final recompensador. Não precisa ser nem no final, mas as coisas do dia a dia mesmo. Amigos que dividem esses momentos com você, conversas produtivas, aprender, ganhar confiança de si e dos outros, e fazer tudo aquilo que planejava, podendo dormir em paz, pra acordar e começar tudo outra vez, porque o tempo não pára.

4 comentários:

Samuel Moreira disse...

Olá!!Tudo bem??Quanto tempo ein!!!hehehe.

Mas realmente o tempo não para, e quando ele para a gente sente falta do tempo correndo, isto é, apesar do dia a dia ser cansativo , ele nos distraí, nos mantém ocupados com coisas úteis, e, quando entramos em ritmo de férias tudo desanda, no começo é bom, mas no final é um tédio, particularmente, eu não vejo a hora de começar as aulas e meus outros compromissos.

Bjs

Amanda disse...

Oi Samuel, obrigada pela visita.
O tempo é mesmo esquisito, e tudo que entendemos sobre ele também parece ser temporário, porque ele se interpreta de muitas maneiras, e podemos achar que tal coisa que aconteceu em tal tempo foi ruim, e depois concluir que foi totalmente ao contrário que foi "bom ter acontecido", por ex.

Espero que seu 2009 possa estar cheio de realizações e boas descobertas,viu?!

Bjs

Tina disse...

É a correria da vida neah?!
O dia que tivermos uma folga é porque definitivamente acabou.
Boa sorte!
Adoro ler seus textos.
Adoro mesmo.
Bjão


Saudades guria,quando tiver um tempo vamos sair pra papear, o que acha?

Amanda disse...

Olá, é verdade.
Eu reclamo da correria, mas sei que chegou num estágio que já não sei viver sem ela.

Qualquer dia retribuo a visita;
Boa sorte pra você também.