sábado, 23 de fevereiro de 2008

Solidão Necessária.


Ao longo do tempo encontramos várias fases,vários estágios,várias mudanças.Essas transições de uma fase para outra são sempre um desafio,uns mais fáceis de serem quebrados,outros nãoAlguns necessitam de mais tempo para serem ultrapassados,completados,outros mais sensibilidade para entender tais mudanças e o porque das mesmas acontecerem.Me vejo nesse momento na fase da 'Solidão Necessária'.Uma fase de encontros consigo mesmo.Mal esotu nela e já me sinto meio perdida,como em um labirinto,onde dou voltas e voltas até me encontrar.A 'solidão necessária' não é uma auto-exclusão do mundo exterior,não é como a hibernação dos ursos,que ficam meses sozinhos em suas cavernas,esperando o inverno rigoroso passar.A solidão necessária é um estar sozinho diferente.Claro que você continua a ver sua família,indo a escola,trabalhando,vendo outras 'pessoas',entende?Só que nessa fase é que acontecem as primeiras escolhas que ninguém mais pode fazer a não ser você mesmo.Uns podem até te indicar um caminho,mas não poderão caminhar todo o tempo ao seu lado,chega a hora de andar com as próprias pernas.É aí que temos que trabalhar nossa auto-confiança,se acostumar que os amigos mudam,crescem,e que daqui algum tempo talvez não haja mais tantos assuntos e afinidades,mas que a amizade permanecerá,se for para permanecer.É nessa fase que você conquistas suas primeiras vitórias,como seu primeiro emprego,e vê como não somos nada sem a força e amor de nossos pais,ou daqueles que cuidam de nós como se fossem.Vemos como a paciência dos colegas de trabalho são uma dose extra de força na hora das dificuldades e como a humildade de sempre querer aprender vale a pena.Conhecemos pessoas mais velhas,que te ensinam e aprendem com você e que também há pessoas que tiveram medo e dificuldades como você.É quando mudamos de rotina,mudamos a forma de encarar certos problemas,de observar certos detalhes,que antes eram só detalhes,mas que agora fazem muita diferença.A solidão necessária é uma auto-análise do seu presente,com base no seu passado,mas refletido no seu futuro,onde em 'cada escolha uma renúncia (isso é a vida)'.Pode ser bom?Pode.Pode ser ruim?Também pode.O que não é aceitável é se amarrar e depositar sua vida aos fatos,às pessoas (a não ser na familia,que sempre é e será sua grande força),deixando de caminhar para frente.Não se pode caminhar para o futuro,estando amarrado ao passado.A solidão é necessária.

2 comentários:

Amanda disse...

:)

Anônimo disse...

quereeemos mais posts !!
to tendo que ve os antigoos
shuashuhsaus